CULTIVAR - Página WEB - Notícia 17 - Participação no ENE

Notícias

Investigadores do programa CULTIVAR apresentam comunicação oral no XIX Encontro Nacional de Ecologia

Os investigadores do programa CULTIVAR, Miguel Rodrigues Ferreira, Paulo Fernandez e Maria Margarida Ribeiro, apresentaram no XIX Encontro Nacional de Ecologia, a comunicação oral “O impacto da resolução espacial e dos fatores ambientais na distribuição ecológica da subespécie Cistus ladanifer subsp. sulcatus ), que decorreu online de 9 a 12 de dezembro.

Fiquem a saber mais no resumo da comunicação:

O impacto da resolução espacial e dos fatores ambientais na distribuição ecológica da subespécie Cistus ladanifer subsp. sulcatus

Ferreira, M.1, Almeida, A.M. 1,2, Quintela-Sabarís C.3, Roque, N1. Fernandez, P. 1,4, Capelo, J.5, Ribeiro, M.M. 1,6,7

1 Instituto Politécnico de Castelo Branco, Av. Pedro Álvares Cabral, nº 12, 6000-084 Castelo Branco, Portugal
2 C4 — Centro de Competências em Cloud Computing (C4-UBI), Universidade da Beira Interior, Rua Marquês d’Ávila e Bolama, 6201-001, Covilhã, Portugal
3 Departamento de Edafoloxía e Quimica Agrícola, Facultade de Bioloxía, Universidade de Santiago de Compostela, Santiago de Compostela, 15782, Espanha.
4 MED – Mediterranean Institute for Agriculture, Environment and Development, Universidade de Évora, Évora, Portugal.
5 INIAV. Unidade Estratégica de Investigação e Serviços de Sistemas Agrários e Florestais e Sanidade Vegetal Av. da República, Quinta do Marquês, 2780-159 Oeiras, Portugal
6 Centro de Estudos Florestais, Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa. Tapada da Ajuda, 1349-017 Lisboa, Portugal.
7 Centro de Estudos de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade (CERNAS) – Instituto Politécnico de Castelo Branco, Castelo Branco, Portugal.

Endereço de e-mail para correspondência: miguel.rod.ferreira@ipcb.pt

Os fatores ecológicos podem ser determinantes na circunscrição de um táxone a uma área muito restrita, a qual tem frequentemente um impacto substancial no seu valor de conservação. A Cistus ladanifer subsp. sulcatus (Demoly) P. Monts (sin. Cistus palhinhae Ingram) é endémica da costa atlântica do sudoeste português, tendo estatuto legal de conservação no Anexo II da Diretiva Habitats. Ocorre em matos de arribas litorais, tanto em i) solos derivados de rochas calcárias jurássicas como em ii) couraças areníticas fósseis compactas ricas em óxidos de Fe e Mn, assentes em terrenos xistosos. Assim, a C. ladanifer subsp. sulcatus ocupa um nicho ecológico diferente da corologicamente contígua subsp. ladanifer. É objetivo compreender o impacto das variáveis ambientais e da resolução, na modelação da distribuição da C. ladanifer subsp. sulcatus. Atendendo à área circunscrita que ocupa, realizámos modelos com duas resoluções espaciais diferentes (250×250 m e 1×1 km) através do software MaxEnt. Esta informação permitirá tecer novas inferências no estudo da ecologia da C. ladanifer subsp. pl., um táxon potencialmente num processo de especiação parapátrica devido a diferenças de habitat. Este trabalho foi financiado pelo projeto CULTIVAR CENTRO-01-0145-FEDER-000020.

Notícias

Outras Notícias

CULTIVAR INVESTIGADORES – Andreia Cação

Olá, chamo-me Andreia Cação, licenciei-me em Antropologia e, atualmente estou no último ano do mestrado em Ecologia na Universidade de Coimbra. A tese que venho

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no nosso website. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa política de cookies.